Como a maior parte dos sites da web, utilizamos cookies para maior eficácia da sua experiência de navegação no nosso site e para lhe oferecer uma navegação mais pertinente. Poderá saber mais sobre a nossa gestão e a nossa política de cookies na nossa página relativa cookies. Eu aceito

Inscrição
Conectar-se
O meu carrinho

Informação covid-19 :

VOLKSWAGEN

AUDI

SEAT

SKODA

PORSCHE

BMW

MINI

MERCEDES-BENZ

MAZDA

CITROEN

OS CLÁSSICOS

PRODUTOS ÚTEIS

filter

Filtrar os resultados

Perto

filter picto

Filtrar os resultados

Resultados para :

Menu categorias

Peças para Porsche 911 & 912

Apresentado em 1963 no salão de Frankfurt, o Porsche 911, originalmente chamado 901, foi fabricado e comercializado no ano seguinte. Equipado com um motor 2.0l 6 cilindros com o máximo de 130cv, uma variante deste último foi apresentado no mesmo ano, o 912. O 912 recebeu o motor 1.6l do 356, que desenvolve 90cv. Após 3 anos de produção, o 911 transformou-se em duas versões, o 911 L, para o 'Luxus': e o 911 S para o 'Sport': cuja potência passa a 160cv, depois a 170cv em 1968. Ao mesmo tempo, o 912 aparece e adota o nome de Targa, como referência à corrida Targa Florio vencida pela Porsche várias vezes. O 911 T para 'Touring' foi introduzido em 1967. Estava equipado com motor 'boxer' com um potência de 110cv. Em 1969, todos os 911 adotam o 2.2l, depois 2.4l em 1972, aumentando na mesma altura a potência de todas as versões do 911. Assim que o 'L' desapareceu do catálogo para dar lugar ao 911 E, a versão mais potente (911S) passa para 190cv e torna-se o carro mais rápido a ser fabricado na Alemanha (240 km/h). Passados 10 anos de produção, o 911 foi totalmente revisto e a Porsche desvenda em 1973 o Type G. Em 1974, a Porsche apresenta aquele que viria a ser uma lenda : o 911 Turbo. O primeiro carro desportivo equipado com um turbocompressor, possui um 3.0l de 260cv, proporcionando-lhe mais de 250km/h de velocidade máxima. Em 1976, a marca comercializa dois novos modelos, o 3.0l Carrera, (200cv) e o SC (180cv de; 204cv). Nesta altura, a Porsche quer acabar com o 911 com o intuito de privilegiar os seus outros modelos. Foi graças ao apego dos clientes a este carro que o seu substituto foi apresentado em 1988.